19/03/2017 às 11h09min - Atualizada em 19/03/2017 às 11h09min

Técnico é preso na saída do estádio após equipe ser goleada

AFI
O sábado não está sendo bom para o técnico do União Barbarense, Cláudio Britto. Isso porque logo depois de ver seu time ser goleado pelo Mogi Mirim por 4 a 1, nos seus domínios, o treinador foi detido pela polícia e encaminhado para o Plantão Policial de Santa Bárbara D'Oeste por falta de pagamento de pensão alimentícia.

Segundo informações divulgadas pela diretoria do Leão da 13, Britto, no entanto, alega que estava depositando os valores - cerca de R$ 9 mil - referente ao pagamento da pensão alimentícia de seu filho normalmente. Segundo um familiar da ex-esposa, Britto não paga a pensão no valor de R$ 300 desde 2013. Seu filho tem hoje 16 anos.

As autoridades não deram maiores informações, mas é possível que o comandante do União Barbarense fique preso até segunda-feira, já que o pagamento da dívida, que se arrasta de 2015, só pode ser feito por meio de deposito na Caixa Econômica Federal e as agências bancárias não funcionam aos finais de semana.

Caso siga detido até segunda-feira, o técnico pode deixar o Plantão Policial da cidade e ser transferido para outra unidade.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »