31/08/2019 às 06h38min - Atualizada em 31/08/2019 às 06h38min

Jovem pelado é perseguido pela polícia após ter matado mãe, irmã e sobrinho – VEJA IMAGENS

UOL
Um jovem de 18 anos, acusado de ter assassinado sua mãe, irmã e sobrinho de um ano, foi perseguido pela polícia pelas ruas de uma pequena cidade na Virgínia (EUA), enquanto estava pelado, na última quarta-feira (28).

Matthew Thomas Bernard acabou capturado pelos agentes. Pouco tempo antes, a polícia havia publicado um comunicado alertando a comunidade sobre um perigoso atirador que estaria a solta pela região.

A polícia encontrou os corpos de Joan Bernard, 62, Emily Bernard Bivens, 24, e de Cullen Bivens, 1, na manhã de terça-feira, dentro da casa da família. As três vítimas foram mortas a tiros. Após o crime, Bernard fugiu para uma mata atrás da residência onde o assassinato ocorreu, armado com um rifle.

Todas as escolas da região foram fechadas, enquanto cerca de cem policiais procuravam por Bernard. O suspeito foi encontrado pelado, cerca de quatro horas depois do crime. Mesmo nu, ele fugiu a pé dos agentes e chegou a tentar estrangular o zelador de uma igreja que foi feito refém por alguns minutos.

Em seguida, Bernard, ainda a pé, tentou correr por uma estrada rural, mas foi facilmente pego pelos policiais. Ele ainda tentou brigar com os agentes, mas foi derrubado e algemado.

Agitado, o suspeito foi colocado dentro do carro da polícia onde tentou bater a cabeça violentamente contra a gaiola que separa o detido dos agentes.

A polícia ainda não sabe o que motivou Bernard a cometer os crimes.

Emily Bivens era casada com o jogador de beisebol profissional Blake Bivens. Os dois eram pais do pequeno Cullen, que também foi assassinado.

“Minha vida, como eu a tinha, foi destruída”, postou o jogador de 24 anos em sua conta no Instagram. “A dor que minha família e eu estamos sentindo é insuportável e não pode ser colocada em palavras. Eu tremo ao pensar em nosso futuro sem eles.” (Com informações da AP)
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você concorda com a redução da maioridade penal?

84.8%
15.2%