01/08/2019 às 00h14min - Atualizada em 01/08/2019 às 00h14min

Desembargador nega pedido de habeas corpus para Leto Viana

O desembargador Arnóbio Alves Teodósio, negou nesta quarta-feira (31), o pedido de habeas corpus  feito pela defesa de Leto Viana, prefeito de Cabedelo investigado da Operação Xeque Mate. Segundo a defesa Leto vem sofrendo “constrangimento ilegal”.

Para o desembargador Arnóbio Alves Teodósio “não se constata o suposto constrangimento ilegal suportado pelo paciente, situação que inviabiliza a concessão da medida emergencial ora postulada”

Confira aqui o documento que nega o habeas carpus a Leto Viana

Relembre o caso

Os acusados, segundo as denúncias, integravam uma organização criminosa no Município de Cabedelo que teria sido responsável por vários episódios criminosos, dentre eles a compra e venda do mandato do ex-prefeito José Maria de Lucena Filho (Luceninha) e a sua consequente renúncia ao cargo; irregularidades na Prefeitura e na Câmara de Vereadores, com contratação de servidores fantasmas; e esquema de recebimento de dinheiro desviado do salário dos servidores municipais.

Constam ainda nas acusações outras irregularidades, como o financiamento de campanha de vereadores; atos de corrupção envolvendo a avaliação, doação e permuta de terrenos pertencentes ao erário municipal, que beneficiava diversas empresas, bem como ações ilícitas para impedir a construção do Shopping Pátio Intermares, com a distribuição de valores ilícitos para vereadores, com atuação pessoal de Leto Viana.

Fonte: Polêmica Paraíba


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »