15/03/2017 às 14h31min - Atualizada em 15/03/2017 às 14h31min

Prefeitura de João Pessoa lança campanha de enfrentamento e combate ao trabalho infantil

Secom-JP
web
A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) lança nesta quinta-feira (16), a Campanha de Enfrentamento e Combate ao Trabalho Infantil. O tema deste ano é “Trabalho Infantil não é brincadeira”. O evento acontece às 10h, na Estação das Artes, prédio ao lado da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no bairro Altiplano.
 
Na ocasião, serão apresentadas as ações estratégicas de Enfrentamento e Combate ao Trabalho Infantil que estão sendo desenvolvidas pelo município e as que serão implementadas neste semestre.
 
De acordo com a coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), Ariana Nogueira, a campanha é de suma importância para desnaturalização do trabalho infantil. “É uma forma de conscientizar a sociedade e as famílias dos danos do trabalho infantil para criança e adolescente e consequentemente para o futuro da sociedade. Criança desprotegida é criança fora da escola. A sociedade tem que denunciar para poder alcançarmos esse público”, ressaltou.
 
Com foco nessa problemática social, a Sedes tem promovido conscientização socioeducativa nas escolas, reunião com as redes do sistema de garantia dos direitos das crianças e adolescentes, palestra sobre o combate à exploração sexual e trabalho infantil com a presença de representantes de Conselhos Tutelares, Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centro de Referência de Assistência Social (Cras), reunião com as famílias através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV) e mapeamento e acompanhamento das famílias cadastradas no programa Bolsa Família.
 
Serviços de Convivência - Em João Pessoa, existem 25 núcleos de serviços de convivência que atendem crianças e adolescentes de 6 a 15 anos. Nesses espaços, eles participam de oficinas de arte, música, percussão, flauta, atividades lúdicas e esportivas. Há ainda o Processo de Aprendizagem, com formação de até cinco meses na UFPB, onde eles cursam as disciplinas de Português, Matemática, Direito e Cidadania. Posteriormente são ingressados no processo de formação profissionalizante.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »