01/01/2017 às 11h55min - Atualizada em 01/01/2017 às 11h55min

Amanda Nunes crê em aposentadoria de Ronda Rousey após derrota no UFC

Combate
Amanda Nunes começou o seu reinado como campeã do Ultimate em julho. Neste sábado, no UFC 207, defendeu - com sucesso - pela primeira vez o título contra Ronda Rousey, nocauteada em apenas 48 segundos, na luta principal do evento. Enquanto a carreira da "Leoa dos Ringues" está em ascensão, "Rowdy" vai saindo de cena, após o segundo revés seguido.

Sincera, a brasileira declarou, na coletiva de imprensa realizada após o show, acreditar na aposentadoria de Ronda Rousey, que se manteve reclusa da imprensa desde que foi destronada por Holly Holm, em novembro de 2015, duelo que marcou o início de sua derrocada. 

- Eu disse a ela que ela era uma lenda do esporte, mas que descansasse e pensasse se queria mesmo voltar a fazer isso. Ela já é uma milionária, não precisa ficar se machucando. Tenho certeza que ela vai se aposentar, porque ela não aguenta mais. Se continuar, ela sabe que não vai tomar o cinturão de mim. Ela acha que é boxeadora. Não sei por que ela pensa isso.

Ela tem um judô excelente, por que não tentou levar a luta para o chão? Eu sou uma boxeadora de verdade. Tinha certeza que ela viria para a trocação comigo, porque o treinador dela disse que ela era boa nisso. Quando ela começou a trocar comigo, ela viu que não era fácil. Quando acertei meus primeiros golpes, eu ganhei confiança para prosseguir.

Durante a semana antecedente ao evento, em Las Vegas, o Ultimate acatou o pedido de Ronda, que não queria participar de compromissos oficiais, como o Media Day, dando tratamento diferenciado a ela. O slogan do evento, embora a americana fosse a desafiante, trazia a frase "Ela está de volta", em alusão ao retorno de "Rowdy". Por isso, Amanda Nunes decidiu fazer um sinal de silêncio com a mão depois do nocaute.

- Deveria ser tudo para a campeã. Sei que ela fez muito pela divisão, mas o cinturão existe para diferenciar um atleta do outro. Por mais que ela tenha essa fama toda, o evento tem uma nova campeã, deveria ter sido tudo para a campeã. Mas foi tudo para a Ronda, para a volta dela. Essa vitória foi para silenciar tudo isso, por isso fiz aquele gesto.

O gesto foi para todos que estavam me vaiando, para quem mandou energia negativa, para quem falou mal de mim, até para brasileiros que falaram mal de mim. Pelo amor de Deus, a menina nem conhece ninguém no Brasil. Tem que estar do lado do brasileiro e não de uma pessoa que nunca viu na vida.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »