23/05/2019 às 05h48min - Atualizada em 23/05/2019 às 05h48min

Homem arranca o próprio pênis, se arrepende e obriga médico a recolocar no lugar

CM7
Foto: Ilustrativa
Um homem chegou a um hospital exigindo que um médico realizasse uma operação íntima: cortasse sua masculinidade. Porque, segundo ele, era muito “longo”.

O evento foi registrado em Formosa, na Argentina. O sujeito chegou ao Hospital Distrital nº 8 pedindo que um médico o atendesse rapidamente. Ao ouvir isso, a recepcionista do hospital pediu o apoio da equipe psiquiátrica.

Quando eles foram para o lugar onde eles deixaram o assunto, eles não o encontraram. Depois de registrar diferentes partes do hospital e dar a descrição às pessoas que estavam na unidade de saúde, testemunhas o reconheceram e garantiram que ele havia entrado em um banheiro.

O pessoal de psiquiatria entrou e encontrou o homem deitado no chão com lâminas de barbear na mão: ele havia cortado sua masculinidade. Os médicos tiveram que agir rapidamente porque o assunto corria o risco de sangrar.

Em meio a gritos e lágrimas de dor, o homem pediu aos médicos para ajudá-lo e “bater” na parte que havia sido cortada. Ele foi rapidamente transferido para a área de guarda do hospital.

No entanto, devido à gravidade de seus ferimentos e ao perigo de sua vida estar em perigo, decidiram levá-lo ao Hospital Central de Formosa. Segundo o jornal Crónica, o paciente que ainda não foi identificado permanece em um estado delicado de saúde.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você concorda com a redução da maioridade penal?

84.9%
15.1%