18/04/2019 às 21h15min - Atualizada em 18/04/2019 às 21h15min

Em nota, Sindicato dos Jornalistas da Paraíba repudia insinuações do deputado Wallber Virgolino: 'situação de inegável afronta a liberdade de expressão'

O Sindicato dos Jornalistas da Paraíba emitiu nota de repudio nesta quinta-feira (18),  ao deputado estadual Wallber Virgolino ( Patriotas), após o parlamentar insinuar que os profissionais não comparecem ao trabalho e “ganham dinheiro em casa”, ele chamou ainda os jornalistas de “baluartes da moralidade” e disse que pedirá a presidência da ALPB um ponto eletrônico para os profissionais da imprensa.

O Sindicato dos Jornalistas da Paraíba emitiu nota a propósito das acusações do parlamentar, nos seguintes termos:

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DA PARAÍBA

NOTA

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba repudia as declarações do deputado estadual Wallber Virgolino por atacar os profissionais de imprensa em um momento em que a liberdade de expressão passa por situação de inegável afronta.

Entendemos que as críticas e acusações do deputado a parte da imprensa da Paraíba são geradas pelo desconforto do parlamentar com a crítica, salutar e essencial, em um estado democrático de direito.

Ressaltamos a integridade de nossa categoria, apesar de entender que alguns, como em todos os segmentos, destoam da correção da maioria, mas repudiamos toda e qualquer generalização.

A Paraíba tem grandes e valorosos profissionais de imprensa que honram a classe, seja com sua militância nas empresas particulares, como no cotidiano dos órgãos públicos.

Cabe ao Sindicato a luta por nossos direitos e dentre eles está a necessidade de respeito às prerrogativas de nosso exercício profissional livre e sem risco de censura.

A DIRETORIA

Entenda o caso

Após ter alguns erros apontados das manchetes da imprensa paraibana, o deputado estadual Wallber Virgolino resolveu comprar briga com os jornalistas.

O deputado usou as redes sociais para cobrar ponto eletrônico dos jornalistas que cobrem a atuação parlamentar da Assembleia Legislativa da Paraíba.

Pelo que ele explicou, muitos profissionais “ganham dinheiro pela casa” e não comparecem ao trabalho. Ele chamou esses profissionais de “baluartes da moralidade” e disse que pedirá a presidência da ALPB um ponto eletrônico para os profissionais da imprensa.

Mas não parou aí. O parlamentar disse que também irá encaminhar ao Ministério Público e Gaeco um pedido para confrontar rendimentos e posses de jornalistas, que estariam extorquindo políticos corruptos.

Fonte: Polêmica Paraíba

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Após a divulgação das conversas entre Moro e Dallagnol, você acredita na inocência do ex-presidente Lula?

47.8%
52.2%