17/04/2019 às 14h23min - Atualizada em 17/04/2019 às 14h23min

Globo coloca gays a favor de Bolsonaro em novela e revolta os LGBTQIA+

A Globo resolveu afrontar a comunidade LGBTQIA+ (Lésbicas, Gays, Bi, Trans, Queer/Questionando, Intersexo, Assexuais, Pan/Poli, e mais) envolvendo ninguém menos que Jair Bolsonaro na escalação dos personagens gays da próxima novela das nove, A Dona do Pedaço.

Escrita por Walcyr Carrasco, a trama vai abordar a vida de dois homossexuais não assumidos, interpretados por Malvino Salvador e Caio Castro, mas essa escolha acabou gerando polêmica por causa do suposto posicionamento político dos dois, que teriam apoiado o atual presidente nas eleições.

Enquanto muita gente se mostrou feliz com a possibilidade de ver dois galãs protagonizando cenas quentes, outra parcela do público se opôs, destacando que alguém que apoia um presidente favorável às leis anti LGBTQIA+ não merecia ficar com personagens tão importantes como esses.

Há ainda quem defenda que os papéis de minorias devem ser dados às próprias minorias, que não apoiam Bolsonaro, sofrem preconceito e acabam não sendo chamadas para atuar, muitas vezes. Segundo a comunidade, a Globo continua colocando heterossexuais nesse posto, ao invés de contratar e pagar atores gays.

Muitos desses atores encontram dificuldade em garantir o seu espaço no meio artístico por conta do tabu que ainda é esse tema. “Que tal colocar atores GAYS/BISpra fazerem personagens GAYS/BIS e dar visibilidade pra GAYS/BIS? Que inferno”, se revoltou um internauta sobre o assunto.

Segundo outro telespectador, os atores em questão “não têm um posicionamento político exatamente alinhado com a comunidade LGBTQIA+”, que é o lado de Jair Bolsonaro.

OS PERSONAGENS

Na novela da Globo, Caio será Rock, um boxeador, e Malvino será Agno, um empresário ricaço. Ambos são apresentados na história como héteros, contudo no decorrer da trama, os dois irão viver um romance em segredo, segundo a jornalista Carla Bittencourt.

Rock chegará a namorar Fabiana, interpretada por Nathalia Dill. Já Agno será casado com Lyris (Deborah Evelyn) e pai da adolescente Cássia (Mel Maia). Rock conhecerá Fabiana na academia e deixará a moça encantada.

Isso porque ele publicará várias fotos sem camisa nas redes sociais para ganhar “presentes” de marcas. Eles se envolverão achando que um e outro tem dinheiro, quando na verdade os dois serão duros.

Para o papel, na novela que estreia dia 20 de maio, Caio teve aulas de boxe em Los Angeles. Sobre o personagem de Malvino, ele revelou ao Purepeople: “Ele é um homem casado, tem filha, mas é homossexual e esconde de todos”.

RELAÇÃO COM BOLSONARO

Nas eleições do ano passado, a atriz Regina Duarte, da Globo, disparou:  “Malvino Salvador me convocou a colocar a bandeira do Brasil na janela da minha casa. Tá aqui, Malvino, pra a gente não esquecer nunca quais são as cores da nossa bandeira, qual é a nossa bandeira e as cores do Brasil. Agora eu convoco Susana Vieira, Danilo Gentili, Vitor Fasano e Carlos Vereza”.

A bandeira, na época, simbolizava o lado de Jair Bolsonaro. Já Caio Castro nunca disse que apoiava ou não o presidente, mas nas redes sociais, muita gente o associou a ele: “A novela nova vai ter Malvino Salvador e Caio Castro interpretando casal gay… 2 bolsominion fazendo casal gay”, publicou uma revoltada. “Gente o Caio Castro é Bolsominion??? Poxa q decepção”, questionou outra.

TV O Foco

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Após a divulgação das conversas entre Moro e Dallagnol, você acredita na inocência do ex-presidente Lula?

47.8%
52.2%