23/02/2019 às 07h26min - Atualizada em 23/02/2019 às 07h26min

Musa de escola de samba é impedida de desfilar após tatuar Bolsonaro

Musa é impedida de desfilar após tatuar Bolsonaro - Reprodução Internet
Erika Canela, 27 anos, musa da escola de samba Unidos de Vila Maria, em São Paulo, foi impedida de desfilar no carnaval deste ano por ter tatuado o presidente Jair Bolsonaro (PSL). No o presidente, Bolsonaro aparece de faixa presidencial fazendo arminha com as mãos. 

A decisão foi tomada após a moça receber uma enxurrada de críticas nas redes sociais. Na tentativa de diminuir a polêmica, a escola avisou Erika que seria melhor ela não participar do desfile. A notícia foi comunicada pelo vice-presidente da agremiação, Valter Belo. Via O Dia

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »