18/02/2019 às 19h26min - Atualizada em 18/02/2019 às 19h26min

Vitor Hugo contratou mais que Leto e nomeou em Cabedelo mais de 1,7 mil “apadrinhados”

Para quem imaginava que a prefeitura de Cabedelo pudesse reduzir o número de servidores comissionados e contratados, já que ano passado foram afastados mais de 80 “fantasmas” na “Operação Xeque-Mate”, os dados do TCE PB (Tribunal de Contas do Estado) mostram uma realidade bem diferente, onde o atual prefeito, Vitor Hugo, já contratou mais “apadrinhados” que seu antecessor, Leto Viana, preso por atos de corrupção.

Em setembro de 2018 a Prefeitura Municipal de Cabedelo contava com uma quantidade de 1107 servidores contratados temporariamente por excepcional interesse público e 543 comissionados, conforme o SAGRES, já em dezembro de 2018 verificou-se que a quantidade de contratados por excepcional interesse público subiu para 1161, enquanto a quantidade de servidores comissionados saltou em dezembro último para 578 pessoas. Nenhuma destas pessoas ingressou no executivo municipal através de concurso.

Fundo Municipal de Saúde

As contratações também passaram pelo Fundo Municipal de Saúde – FMS, onde o gestor admitiu entre os meses de Setembro a Dezembro de 2018, mais 43 servidores contratados por excepcional interesse público, o que representa uma despesa adicional de mais de R$ 100.000,00/mês, tudo isso às vésperas de uma eleição suplementar.
Paraíba RádioBlog

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »